Saúde

Os segredos dos 5 países com maior expectativa de vida

São conhecidas as histórias de exploradores que têm buscado a lendária fonte da eterna juventude. Esse mito ainda não se confirmou, mas existem algumas populações que conseguem viver substancialmente mais do que a média mundial de expectativa de vida, que é de 71 anos.

Cada um desses lugares tem sua própria fonte secreta de vitalidade.

A BBC falou com habitantes de alguns desses países, que se destacam no Índice Mundial de Felicidade 2017, para descobrir as razões que ajudam esses locais a proporcionar uma vida longa.

Japão: dieta e comunidade

Os japoneses vivem em média 83 anos, uma das mais altas expectativas de vida no mundo. A região de Okinawa, ilhas ao sul chamadas com frequência de “a terra dos imortais”, converteu-se em um centro mundial de pesquisa sobre longevidade graças às 400 pessoas com mais de 100 anos que vivem no local.

Muitos atribuem essa condição à dieta local, que tem muito tofu – uma espécie de queijo feito de leite de soja – e batatas e uma pequena quantidade de peixes. Círculos sociais de idosos e uma comunidade forte também contribuem para diminuir os níveis de estresse e aumentar uma sensação de pertencimento.

Para os estrangeiros poderem aproveitar esses benefícios sem dificuldades, é fundamental aprender o idioma japonês, segundo Daniele Gatti, diretor-executivo da Velvet Media e que vive no Japão há muitos anos.

“Esse país tem uma maravilhosa qualidade de vida se você conseguir pular o obstáculo da língua para entender melhor a mentalidade (dos japoneses), que é muito mais diferente da cultura ocidental do que pensa a maior parte dos turistas”, explicou Gatti à BBC.

“Os estrangeiros que querem se mudar para cá devem considerar seriamente que terão de dedicar grande parte de seu tempo para aprender o idioma. Essa é a chave para uma integração mais profunda na sociedade japonesa e para conseguir vida plena de sentido”, diz.

Espanha: tempo para comer, digerir e caminhar

A dieta mediterrânea, rica no saudável azeite de oliva, vegetais e vinho, tem contribuído há muito tempo para prolongar a vida dos espanhóis (cuja expectativa de vida é de 82,8 anos).

Mas o país tem outro segredo para a longevidade: a “siesta”, uma espécie de pausa para descanso depois do almoço.

“A gente acredita que todos os espanhóis estão dormindo a ‘siesta’ quando as lojas estão fechadas entre às 14h e 17h, mas isso simplesmente obedece à forma como os horários estão organizados”, afirmou Miquel Àngel i Besora, guia turístico e morador de Barcelona.

“Se você tem apenas meia hora de pausa para almoçar, então come algo bem rápido. Mas se você pode parar duas ou três horas, então vai até sua casa ou a um restaurante, onde pode se sentar, comer dois pratos e sobremesa, e ainda tem tempo suficiente para fazer uma boa digestão. Isso vai ser mais saudável”, disse Besora.

Além disso, a própria configuração das cidades espanholas facilita o exercício. As lojas e os restaurantes tendem a ser mais próximos das casas das pessoas, o que ajuda a optar pela caminhada.

“Quando me mudei de Moscou para Barcelona, me dei conta de que aqui as pessoas preferem não dirigir seus carros. Elas preferem caminhar, ir de bicicleta ou mesmo andar algumas ruas para chegar ao transporte público”, afirmou Marina Manasyan, uma das fundadoras da empresa Barcelona Eat Local Food Tours, que organiza turismo gastronômico na cidade. “Você oxigena suas células e reduz o carbono”, diz.

Cingapura: exercício e prevenção

Com amplo acesso à medicina de alta tecnologia e um sistema de saúde considerado “milagroso”, os habitantes de Cingapura estão vivendo cada vez mais: hoje, a expectativa de vida chega a 83,1 anos.

O país tem uma das menores taxas de mortalidade infantil e materna do mundo. E tem um competente sistema de prevenção em saúde.

Um ambiente urbano acessível e inclusivo também contribui para uma vida mais longa.

“Você vê um monte de gente indo a ginásios ou fazendo exercícios em parques públicos”, diz Bino Chua, que atualmente mora no país e escreve um blog de viagens.

Recentemente, o país inaugurou seu primeiro parque terapêutico, pensado para reduzir o estresse e melhorar a saúde dos idosos.

Em Cingapura também é mais difícil manter hábitos de vida menos saudáveis. “Os estrangeiros devem saber que os vícios são muito mais caros aqui. Os cigarros e as bebidas alcoólicas são taxados com impostos muito mais altos que em outros países”, explica Chau.

Suíça: equilíbrio e queijo

Entre homens, nenhum país tem expectativa de vida mais alta que a Suíça, onde vivem em média 81 anos de idade.

Sendo um dos países mais ricos da Europa, a Suíça oferece uma rede de saúde de alta qualidade e elevados níveis de segurança, que contribuem para uma sensação de bem-estar.

Além disso, alguns estudos colocam o alto consumo de queijo e de leite como um dos fatores determinante para a longevidade no país.

A localização da Suíça, no centro da Europa, tem levado muitas multinacionais a instalarem suas sedes no país, o que tem aumentado o fluxo de trabalhadores estrangeiros. Assim, eles podem desfrutar da qualidade de vida e melhorar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

“É um ponto profissional muito bem localizado”, diz Daniele Gatti, que também viveu na Suíça. “Viver ali te permite desfrutar de uma maravilhosa semana de viagens pela Europa e a passar um tempo ao ar livre nos encantadores Alpes”, acrescentou.

Coreia do Sul: tradições e fermentados

A Coreia do Sul está caminhando para se tornar o primeiro país a ter uma expectativa de vida de 90 anos, de acordo com pesquisas recentes. Os estudos atribuem o feito a uma economia em forte crescimento, um amplo acesso ao sistema de saúde e menos problemas de tensão arterial que nos países do Ocidente.

O país também tem uma dieta rica em alimentos fermentados, que ajudam a diminuir o colesterol e a aumentar as defesas imunológicas.

“No conjunto, a comida coreana tem um alto conteúdo de fibra e é rica em nutrientes”, diz Camille Hoheb, fundadora da empresa de turismo Wellness Tourism Worldwide.

Quem vive na Coreia do Sul afirma que um dos elementos que contribui para a qualidade de vida é a cultura focada na comunidade.

“Os jimjilbang (banheiros públicos com banheiras de hidromassagem, água quente, mesas de massagem e saunas) oferecem a oportunidade para as pessoas se encontrarem, se conhecerem e, assim, reduzirem o estresse”, explica Hohed.

Ela diz, também, que a população da Coreia do Sul tem uma capacidade de se concentrar no presente, “o que é um dos ensinamentos budistas, bem como uma atitude que favorece a cultura de cooperação sobre o individualismo”.

Vacinação contra gripe inicia hoje

Inicia hoje (17) a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza A.

De acordo com o Ministério da Saúde, este ano o objetivo é vacinar 54,2 milhões de pessoas em todo o país.
A prioridade é vacinar o grupo de risco que consiste em:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Profissionais da saúde;
  • Gestantes;
  • Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto);
  • Idosos (a partir de 60 anos);
  • Povos indígenas;
  • Professores de escolas da rede pública e privada;
  • Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade;
  • Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

As vacinas estão disponíveis em todos os postos de saúde, gratuitamente.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, uma vez que a imunidade contra o vírus cai progressivamente.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza A vai até o dia 26 de maio, e o dia de mobilização nacional está marcado para o dia 13 de maio.

Problemas na Vesícula – saiba quais são os sintomas

A Vesícula Biliar é um órgão pequeno do corpo, localizado a direita do estômago e abaixo do fígado. É responsável pelo armazenamento da bílis que, por sua vez, contribui na digestão sendo encarregado por digerir e queimar gorduras.

Problemas relacionados a Vesícula Biliar são mais comuns em mulheres, mas é importante ficar atento aos sintomas:

  • Inchaço e gases: É normal que isto aconteça em um dia ou outro, por conta da má digestão. Mas, caso estes sintomas ocorram com frequência, vale investigar.
  • Enjoo e tontura: Preste atenção em como você vai se sentir duas horas após o almoço, refeição principal do dia. É neste período que a digestão ocorre por completo. Sentir uma certa fraqueza, acompanhada de tontura e enjoo, pode ser sintoma de que algo não vai bem.
  • Dores pontuais: Principalmente quando ocorre nas costas, abdome e no braço direito. Fique atento no local e intensidade da dor. Dores relacionadas a problemas na Vesículas Biliar, podem piorar com a respiração.
  • Urina: O baixo nível da bílis pode deixar a urina com a tonalidade clara e as fezes cinzentas, sem muita cor.
  • Mau hálito e febre: Preste atenção também ao seu hálito. Sensação de de mal-estar na boca, um sabor estranho e hálito desagradável por aproximadamente 10 dias podem indicar algo errado. A febre constante também. Em caso de problemas na Vesícula Biliar, a febre costuma acontecer pela manhã e ao final da tarde.
  • Icterícia: Se você perceber que sua pele está com uma tonalidade mais amarelada e os olhos começam adquirir o mesmo tom, procure seu médico imediatamente.

Beba água!

Esta semana é celebrado o dia da água, momento de reflexão e conscientização principalmente quando falamos em meio ambiente. Seja humana, vegetal ou animal, este nutriente é fundamental para a vida.

O corpo humano é constituído por mais de 60% de água, o que a torna um nutriente fundamental à saúde. O funcionamento de todo organismo depende da água. É ela a responsável pela distribuição dos nutrientes pelos órgãos do corpo, ajudando também a regular a temperatura corporal, estimula o trânsito intestinal e ainda, elimina as toxinas através da urina e da transpiração.

Ou seja, na ausência de água, o organismo sofre prejuízos. Por conta disso, vale lembrar que é recomendado o consumo de – no mínimo – dois litros de água por dia. Assim, ela é capaz de estimular o funcionamento correto dos organismo, hidratando a pele, favorecendo a absorção dos nutrientes necessários e, na infância, ainda contribui para o crescimento.

É hora de vacinar

É importante ficar atento ao calendário de vacinação das crianças. De extrema importância desde o nascimento, as vacinas tem como objetivo a prevenção de doenças.

Entre as vacinas previstas pelo calendário está a da febre amarela que é recomendada para uma grande área do Brasil, por conta da possibilidade de transmissão.

Nesta semana, o Ministério da Saúde registrou 396 casos da doença apenas no primeiro trimestre do ano. Os estados mais afetados são Minas Gerais, com 303 casos confirmados, Espírito Santo, com 89, e São Paulo, com 4. Até o momento, 134 mortes estão relacionadas à doença no país, com comprovação laboratorial sobre a presença do vírus – outras 112 estão em investigação.

Vale ressaltar a importância desta vacinação para prevenir a doença.
A primeira dose é recomendada para criança aos 9 meses de vida e, a segunda dose, trinta dias depois. Adultos que ainda não foram vacinados, devem tomar a primeira dose e, a segunda 10 anos após.

O Ministério da Saúde garante que há vacinas disponíveis para atender a população em todos os postos de saúde.

Como diagnosticar a hérnia – em mulheres

Março é o mês da mulher. A hérnia no corpo feminino é difícil de ser diagnosticada, por conta disso é importante ficar atento aos sintomas!

Um dos sinais para o reconhecimento de hérnia são as dores abdominais. Porém, quando as mulheres se queixam de dor, é complicado realizar o diagnóstico deste incômodo, pois outras doenças podem ser diagnosticadas, tais como: endometriose, miomas, cistos ovarianos, entre outras. A suspeita de uma hérnia abdominal passa longe já que este problema atinge principalmente os homens.

São muitas as causas da hérnia, entre elas o levantamento de peso, a obesidade, uma gestação, ou até mesmo pode ser algum problema congênito.

De acordo com especialistas, no corpo da mulher, a dor da hérnia acontece, em sua maioria, em torno dos ovários. Quando do tipo oculta, pode ser descrita como uma dor aguda na vagina e, ao redor do quadril e nas costas, nos flancos e nas coxas. O que dificulta o diagnóstico, pois o quadro pode ser facilmente confundido com problemas ginecológicos.

A dor pode ser controlada por medicamentos até a realização da cirurgia. Este é o único método para a correção de hérnia, sendo assim, corrige e previne o acontecimento de problemas mais sérios.

O que é uma Hérnia?

Hérnia  é definida como uma protusão de um órgão ou parte dele através de um orifício natural ou adquirido por algum motivo.
Temos realizado inúmeras cirurgias de hérnias com bastante sucesso. A maioria delas com mini incisões
e sempre com novas tecnologias, buscando trazer aos nossos pacientes maior conforto e mais rápida recuperação.
VentralHernia2

Existem diversas possibilidades de hérnias. Os três principais tipos, em ordem decrescente de ocorrência são:

  • Hérnia inguinal: ocorre na virilha. Em indivíduos do sexo masculino, podem estender-se até os testículos levando à hérnia inguinoescrotal.
  • Hérnia umbilical ou paraumbilical: surge ao redor do umbigo e normalmente são causadas pela passagem de alguma alça intestinal através da musculatura. Ocorre mais comumente em bebês e costumam desaparecer espontaneamente.
  • Hérnia epigástrica: surge na linha média do abdome, como consequência do afastamento dos músculos reto abdominais.

Outros tipos de hérnia compreendem: hérnia femoral, hérnia incisional, hérnia de hiato esofágico, hérnia muscular, hérnia diafragmática, hérnia de Petit, hérnia de disco, hérnia cerebral, entre outras.

Para exemplificar a formação de uma hérnia, pode-se usar o exemplo de hérnias que ocorrem com órgãos da cavidade abdominal. Esta condição normalmente surge quando o indivíduo realiza um movimento que necessite de muita força, tossir ou realizar qualquer tarefa que eleve a pressão na cavidade abdominal.

Basicamente, a cavidade abdominal é o local onde se encontram os intestinos, estômago, fígado, baço, entre outros. Todos permanecem nos seus respectivos lugares por meio das aponeuroses, músculos e pele, com algumas regiões protegidas por ossos. Contudo, quando, por alguma razão, esta parede fica debilitada pode haver a formação de um orifício na parede muscular e aponeurótica da parece, sendo que os componentes existentes na cavidade abdominal tendem a deslizar para o orifício, resultando em uma protusão.

Outro ponto importante é o tamanho do orifício, sendo que se ele for grande, provavelmente irá causar apenas certo desconforto ao paciente, enquanto que um orifício diminuto poderá causar um estrangulamento do órgão herniado. Essa situação é considerada uma emergência médica, pois, nesse caso, o paciente corre risco de morte, necessitando ser operado rapidamente, uma vez que o órgão em questão fica sem receber suprimento sanguíneo, o que pode evoluir para isquemia e necrose. (Fonte: Ig)

Entrevista sobre a retirada das 500 pedras que saiu no Jornal NH

Entrevista que saiu no Jornal NH, sobre a retirada das 500 pedras da vesícula. Confira!

30-01

Mais de 500 pedras retiradas por cirurgia de vídeo

Algo raro, mas não impossível, aconteceu nesta semana durante uma cirurgia. Foram retiradas mais de 500 pedras de um paciente, durante uma cirurgia por vídeo. É importante ressaltar que isto é algo realmente raro de acontecer, porém devemos ficar sempre atentos.

pedras-na-vesicula

Os cálculos de vesícula, são a formação de pedras no interior da vesícula biliar – em 90% dos casos – ou dos ductos biliares (dentro e fora do fígado). É mais comum em entre as mulheres, e deve estar ligado a fatores hormonais, já que há um aumento do número de casos com a gravidez. A obesidade também é um fator de risco, já que nestes pacientes há um aumento da concentração de colesterol.

É importante estarmos sempre atentos aos sinais e procurar um médico.

 

O que fazer para ser saudável?

Pequenos movimentos, grandes resultados
Para ser saudável não necessariamente é necessário revisar todo nosso estilo de vida. Às vezes, tudo que é precisa, são mudanças simples. De comer mais cenouras, de assistir vídeos lúdicos, de se mexer e de descansar…  Esses ajustes rápidos e fáceis no regime diário podem fazer uma enorme diferença na saúde e na forma como cada um se sente.

dicas de saúde - Dr. Couto
Gosto de olhar para coisas simples que nos fazem ficar melhor. Quando estamos bem, nossa saúde sempre fica melhor. Veja que coisas pequenas podemos fazer com grandes resultados:

Agarre seus dedos e puxe – Isso aumenta a circulação. Depois que seus pés foram apertados em sapatos durante todo o dia sem a circulação adequada, os músculos e nervos em nossos dedos do pé não funcionam corretamente. E isso pode causar dor nos joelhos, quadris e costas.

dicas de saúde - Dr. Couto

Lave as roupas de cama – Os ácaros da poeira são um importante gatilho na alergia. Gostam de sair até você. Lave os lençóis e fronhas toda semana em água quente. Também é inteligente usar capas de colchão projetadas para manter os ácaros fora.

dicas de saúde - Dr. Couto

Voar, só com ventilação – Vai voar? Viajar é bom, mas ligue a ventilação de ar acima do seu assento em seu rosto. Para permanecer saudável é preciso estar consciente sobre todos os germes que estão em aviões. Ligue a ventilação de ar em um ângulo que sopre ar para baixo na frente de seu rosto para dar uma filtrada no ar e criar uma barreira mantendo os germes longe do nariz ou boca.

dicas de saúde - Dr. Couto