post-title Endometriose – o impacto de uma cirurgia

Endometriose – o impacto de uma cirurgia

Endometriose – o impacto de uma cirurgia
Dr. João Couto Responde

“Desde que começamos a operar, junto a médicos Ginecologistas, a pedido deles, tem sido uma jornada emocionante” – diz o Dr. Couto, quando fala sobre endometriose.

Esta cirurgia precisa de uma abordagem multidisciplibar, mais especificamente nos casos de endometriose profunda, pois envolvem uma abordagem médica extremante complexa. Ela é uma doença que tem sempre uma expressão exclusiva em cada paciente – além do útero, pode estar presente em diferentes áreas do sistema reprodutivo feminino e do abdômen, na bexiga, no intestino e até chegando aos pulmões, em casos mais raros.

Com tantas possibilidades de ramificações, ela necessita ser tratada por diferentes profissionais cirurgiões especialistas e não apenas pelo ginecologista.

CECE – CENTRO ESPECIALIZADO EM CIRURGIA DE ENDOMETRIOSE

Neste sentido, o Dr. João Couto Neto acabou buscando melhorar sua formação no assunto e formou o Centro Especializado em Cirurgia de Endometriose, onde os estudos são compartilhados e através do qual se viabilizam avaliações clínicas pontuais e especializadas.

O IMPACTO DE UMA CIRURGIA BEM-SUCEDIDA

Dr. Couto relata que muitos casos são de mulheres que já têm filhos e querem interromper o sofrimento causado pela doença. Então, a cirurgia pode ser mais radical e ocorre a histerectomia.

Em muitos outros casos, a doença é identificada cedo, muito em decorrência do “entrave” em engravidar enfrentado pelas pacientes em engravidar. Assim, as investigações adequadas, conduzidas por um médico experiente resultam no reconhecimento da enfermidade.

“Para estas pacientes jovens, o procedimento precisa preservar e trabalhar cautelosamente o aparelho reprodutor, permitindo que sonhos aconteçam. Quando nos contam que estão grávidas, curtimos junto o sucesso do procedimento com uma alegria ímpar.“

A maior satisfação para um médico é constatar que o tratamento prescrito ou uma cirurgia realizada resultou em restabelecimento integral da saúde da paciente.

Contudo, o sucesso de qualquer prescrição ou intervenção médica está sempre sujeita a inúmeras variáveis, que muitas vezes transcendem as condições clínicas da paciente.

Os médicos e cirurgiões seguem sempre rigorosas metodologias de investigação e identificação de patologias, incluindo variados exames e sua experiência para, então, apontar possíveis soluções e os tratamentos correspondentes.

Entretanto, quando se superam as expectativas da paciente, o médico sente que sua atuação profissional tem valor extraordinário.

“ENGRAVIDEI DOIS MESES APÓS A CIRURGIA”

Como é o caso do ocorrido com a paciente Greici Lima, que vinha sendo tratada pela ginecologista Dra. Camila Corvello.

Após ter realizado uma histerossalpingografia descobriu que estava com endometriose profunda.

Foi quando se constatou a necessidade de uma abordagem multidisciplinar. Para tanto, juntou-se ao tratamento o cirurgião Dr. João Couto Neto, que após minuciosa e conjunta avaliação clínica, definiu a necessidade de intervenção cirúrgica.

Ela conta:

“O dr. Couto me explicou tudo que iria acontecer e me deixou muita segura no pré-operatório”.

O procedimento se deu através de videocirurgia, que possibilitou alta hospitalar no mesmo dia e, nas palavras da paciente: “uma recuperação tranquila”.

Uma das questões mais sérias que estavam envolvidas, principalmente devido aos riscos cirúrgicos, era a possibilidade de a paciente perder sua capacidade de engravidar.

“Graças a melhor habilidade médica, engravidei após dois meses após a cirurgia”, declara exultante Greice.

Ela estava tentando a gestação há quase 5 anos. “Cada mês que passava era uma enorme frustração. Fiz diversos tratamentos orais e nada dava certo e cheguei a ficar deprimida”, explica.

“Foi muito mais que um simples procedimento. Foi a realização de um sonho”, comemora Greice.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *