post-title Ansiedade

Ansiedade

Ansiedade
Saber

Você já sentiu frio na barriga? Aquela sensação desconfortável de mãos suadas, mesmo no frio? Dificuldade de pegar no sono? Uma grande preocupação com o dia seguinte?

A ansiedade é um sentimento natural do ser humano. Ela funciona como um mecanismo de defesa frente à algumas situações que nos deixam apreensivos, como por exemplo, falar em público, uma prova, alguma data especial, a viagem de seus sonhos para outro país… todos nós já experimentamos essa sensação na vida.

O importante é diferenciar a ansiedade natural da ansiedade patológica. O estado de ansiedade natural é aquele em que depois que o grande evento passa, a pessoa retorna a seu estado mental sem ansiedade. Já na ansiedade patológica, ela permanece a todo momento de maneira muito mais intensa, a pessoa está sempre alerta e preocupada, tem pensamentos intrusivos e desagradáveis recorrentemente e ainda sofre com manifestações físicas da patologia – problemas gastrointestinais, palpitação, taquicardia, sudorese, formigamento e tensão muscular.

Confira alguns mitos e verdades sobre esta doença que acomete atualmente cerca de quatro a cada dez brasileiros.

-Animais de estimação podem ajudar no tratamento de pessoas ansiosas.

Verdade. Sabe aquela alegria ao encontrar seu animal de estimação ao chegar em casa? Pois é, estudos apontam que conviver com um bichinho traz inúmeros benefícios para a saúde — entre eles, diminuir a ansiedade.

– Afastar-se do motivo que gera ansiedade faz com que ela suma.

Mito. Evitar a ansiedade tende a reforçá-la. De acordo com a Anxiety and Depression Association of America (ADAA), suprimir seus pensamentos torna-os mais fortes e frequentes. Geralmente os motivos que geram ansiedade são problemas cotidianos, e evita-los acabam influenciando negativamente a sua qualidade de vida, por isso, procure tratamento!

-Exercícios respiratórios podem ajudar durante a crise

Verdade, mas seus efeitos variam para cada pessoa. Os exercícios respiratórios se mostram eficazes e estão presentes na terapia cognitivo-comportamental e na meditação, ambas eficazes no tratamento da ansiedade.

-Causas genéticas

Meia verdade. Muito ainda se têm discutido sobre as causas da ansiedade patológica, estudos recentes afirmam que os transtornos de ansiedade estão relacionados à hereditariedade.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.