post-title Medicações antes das cirurgias

Medicações antes das cirurgias

Informativo, Saber

É importante seu cirurgião assim como os anestesistas saberem os medicamentos que você toma  e os que precisa de fato continuar tomando antes das cirurgias. Mesmo sendo uma cirurgia simples envolve tantos riscos como qualquer outro procedimento desse tipo. Os cuidados, sem dúvida, começam nos exames pré-operatórios: eletrocardiograma, hemograma, coagulograma, urina e glicemia, enfim os necessários e que tenham a solicitação do médico. Só isso, no entanto, é insuficiente para reduzir os riscos de que algo fuja aos planos. Há sempre um risco calculado para toda e qualquer atividade realizada e a função de um bom médico é reduzir esses riscos.

Uma simples vitamina E ou uma substância para dar mais pique como o ginseng pode interferir no sucesso de uma cirurgia.  Assim, o cirurgião indica uma série de cuidados que, normalmente, passam despercebidos e podem interferir ou retardar a recuperação do paciente.

Medicamentos na berlinda
Faça uma lista completa de todos os medicamentos que você vem tomando, antes de enfrentar cirurgia. O ácido acetilsalicílico (componente da aspirina), antiinflamatórios e alguns antidepressivos são incompatíveis com algumas drogas anestésicas usadas no pré-operatório.

Atenção especial
Alguns pacientes necessitam de atenção especial antes e durante a cirurgia, precisando até ser assistidos por outro médico. É o caso de quem apresenta problemas cardíacos e precisa de um cardiologista durante a cirurgia. Como também no caso de pacientes diabéticos graves, que demandam um endocrinologista na cirurgia e no pós-operatório. Não há nada que impeça esses pacientes de se submeterem a uma cirurgia. Mas, usualmente, seu cirurgião é o que solicitará e terá o controle sobre isso.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *