post-title Minilaparoscopia: Cirurgia com cortes ainda menores

Minilaparoscopia: Cirurgia com cortes ainda menores

Minilaparoscopia: Cirurgia com cortes ainda menores
Informativo, Saber, Videocirurgia , , , ,

Com este título a página 13 da Revista R apresentou um artigo que fizemos sobre essa cirurgia que tem beneficiado as pessoas.

“a simplicidade é o último grau da sofisticação” (Da Vinci)
minilaparoscopia

“Evitar incisões e cicatrizes grandes e conseguir uma rápida recuperação são os objetivos das pessoas ao procurar a videocirurgia, e a minilaparoscopia (MiniLap) é a evolução desta proposta. Os cortes são ainda menores, passando de 10 a 5 mm para 2 e 3 mm, resultando em cicatrizes quase invisíveis, sem falar na menor agressão à parede abdominal, o que possibilita uma recuperação mais rápida e menos dolorosa.

Estamos vivendo o vento das mudanças. Várias técnicas estão ansiosas para ocupar o destaque na cirurgia. A MiniLap é uma delas. Também conhecida como “cirurgia com agulhas” pelas características de seus instrumentos, a minilaparoscopia é uma técnica minimamente invasiva que combina excelentes resultados estéticos com baixo risco cirúrgico.

Na videocirurgia, temos um campo visual limitado pelo ângulo da óptica (câmera). Quanto menos espaço nossos instrumentais ocuparem, portanto, melhor será o campo de visão. Os instrumentais da MiniLap combinam com o conceito da amplificação da imagem produzida pelas ópticas. O aumento de até 12 vezes proporcionado por nossas câmeras de vídeo encontram nas pinças da MiniLap uma parceria perfeita.

Ao contrário do que ocorre com outros novos métodos, com a MiniLap aumenta-se a destreza, a delicadeza e a exatidão. “Precisão cirúrgica” é a deferência que mais desejamos… Por que abrir mão dela?

Novos conceitos são fundamentais para o desenvolvimento da cirurgia. A MiniLap é a evolução natural da videocirurgia, associada ou não a outras tecnologias, mas deve ser realizada por profissionais devidamente treinados e habilitados nesta nova técnica.

Reportando-nos à frase de Da Vinci que abre este texto, poderíamos nos atrever a afirmar que, por sua simplicidade, a MiniLap é hoje a mais sofisticada evolução da cirurgia laparoscópica. Temos pela frente mais uma mudança de paradigmas!”

Publicado na Revista R – Edição 1 número 2 – página 13

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.