• +(51) 3035-1716 / (51) 3035-1718 / (51) 99115-8784

Tag Archives: hérnia

Hernia 360 Experience

Nos os dias 30 e 31 de maio, aconteceu o Hérnia 360 Experience, em Orlando/EUA.
O evento que aconteceu no Bard Medical Center, reuniu 30 dos melhores cirurgiões brasileiros para um treinamento em cirurgia robótica em cadáveres.

O Dr. João Couto Neto, fez parte dos convidados e esteve presente – adquirindo ainda mais conhecimento e aprimorando suas técnicas.

Dois gaúchos participam do Hérnia 360 Experience

Treinamento reúne os melhores cirurgiões do Brasil, em Orlando/EUA

A Bard Medical realiza pela primeira vez o maior evento de treinamento de cirurgia robótica em cadáveres, nos Estados Unidos.

A atividade que acontecerá entre os dias 30 e 31 de maio, no Bard Training Center, em Orlando/EUA e reunirá 30 melhores cirurgiões brasileiros, especialistas em cirurgia geral. Entre os escolhidos está o Dr. João Couto Neto.

Sobre Bard Medical

A Bard Medical é líder em produtos médicos nas áreas Vascular, Urologia e Oncologia. Para complementar a linha, a Bard conta com produtos e serviços cirúrgicos com técnicas avançadas.

Mais informações sobre a Bard em: www.bardmedical.com

Dr. João Couto Neto participa do Congresso Brasileiro de Hérnia

Entre os dias 19 e 21 de abril acontece em Foz do Iguaçu/PR, o V Congresso Brasileiro de Hérnia, em paralelo acontece também a VI Convenção Latinoamericana de Hérnia.

Foram programadas várias cirurgias com transmissão ao vivo, além de conferências, mesas-redondas e palestras com vídeos semi-editados – trazendo convidados de renome internacional que mostrarão as mais recentes novidades tecnológicas e o que está acontecendo nos grandes centros mundiais.

Buscamos sempre atualizar nossos conhecimentos em uma área cirúrgica que evolui e muda muito rapidamente os conceitos, as técnicas, os equipamentos e por consequência os seus resultados.

Caderno Saúde – Jornal NH

19-02-jornal

O melhor de duas técnicas no tratamento de hérnia

De acordo com dados do Ministério da Saúde, entre 3% e 8% dos brasileiros apresentam algum tipo de hérnia na região abdominal – seja inguinal, umbilical, incisional e/ou epigástrica.

A cirurgia é o tratamento-padrão nestes casos.

Pela primeira vez no Hospital Regina, em Novo Hamburgo, o Dr. João Couto Neto realizou uma cirurgia utilizando técnica combinada – unindo o melhor da técnica convencional e da videolaparoscopia – para colocação de uma tela separadora de tecidos, intra-abdominal, para o tratamento de uma volumosa hérnia abdominal.

A combinação das duas técnicas cirúrgicas visa menor dano ao paciente.whatsapp-image-2018-01-31-at-10-18-49-3 whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-12-2

whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-13-4 whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-13

whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-14-1 whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-14-4

whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-15-1 whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-17-1

whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-17-3 whatsapp-image-2018-01-31-at-10-19-18-1

Laparoscopia em hérnia diafragmática

A hérnia diafragmática é um defeito ou buraco no diafragma que permite que o conteúdo abdominal chegue à cavidade torácica.

O tratamento é cirúrgico e pode ser realizado através da videocirurgia.

Em Dezembro de 2017, foi realizada no Hospital Regina, pelo Dr. João Couto, uma laparoscopia com tela separadora e fixação com histoacryl (cola) em uma hérnia diafragmática gigante com a totalidade do estômago no tórax.

couto-4

Como diagnosticar a hérnia – em mulheres

Março é o mês da mulher. A hérnia no corpo feminino é difícil de ser diagnosticada, por conta disso é importante ficar atento aos sintomas!

Um dos sinais para o reconhecimento de hérnia são as dores abdominais. Porém, quando as mulheres se queixam de dor, é complicado realizar o diagnóstico deste incômodo, pois outras doenças podem ser diagnosticadas, tais como: endometriose, miomas, cistos ovarianos, entre outras. A suspeita de uma hérnia abdominal passa longe já que este problema atinge principalmente os homens.

São muitas as causas da hérnia, entre elas o levantamento de peso, a obesidade, uma gestação, ou até mesmo pode ser algum problema congênito.

De acordo com especialistas, no corpo da mulher, a dor da hérnia acontece, em sua maioria, em torno dos ovários. Quando do tipo oculta, pode ser descrita como uma dor aguda na vagina e, ao redor do quadril e nas costas, nos flancos e nas coxas. O que dificulta o diagnóstico, pois o quadro pode ser facilmente confundido com problemas ginecológicos.

A dor pode ser controlada por medicamentos até a realização da cirurgia. Este é o único método para a correção de hérnia, sendo assim, corrige e previne o acontecimento de problemas mais sérios.

O que fazer para ser saudável?

Pequenos movimentos, grandes resultados
Para ser saudável não necessariamente é necessário revisar todo nosso estilo de vida. Às vezes, tudo que é precisa, são mudanças simples. De comer mais cenouras, de assistir vídeos lúdicos, de se mexer e de descansar…  Esses ajustes rápidos e fáceis no regime diário podem fazer uma enorme diferença na saúde e na forma como cada um se sente.

dicas de saúde - Dr. Couto
Gosto de olhar para coisas simples que nos fazem ficar melhor. Quando estamos bem, nossa saúde sempre fica melhor. Veja que coisas pequenas podemos fazer com grandes resultados:

Agarre seus dedos e puxe – Isso aumenta a circulação. Depois que seus pés foram apertados em sapatos durante todo o dia sem a circulação adequada, os músculos e nervos em nossos dedos do pé não funcionam corretamente. E isso pode causar dor nos joelhos, quadris e costas.

dicas de saúde - Dr. Couto

Lave as roupas de cama – Os ácaros da poeira são um importante gatilho na alergia. Gostam de sair até você. Lave os lençóis e fronhas toda semana em água quente. Também é inteligente usar capas de colchão projetadas para manter os ácaros fora.

dicas de saúde - Dr. Couto

Voar, só com ventilação – Vai voar? Viajar é bom, mas ligue a ventilação de ar acima do seu assento em seu rosto. Para permanecer saudável é preciso estar consciente sobre todos os germes que estão em aviões. Ligue a ventilação de ar em um ângulo que sopre ar para baixo na frente de seu rosto para dar uma filtrada no ar e criar uma barreira mantendo os germes longe do nariz ou boca.

dicas de saúde - Dr. Couto

O Estômago

4

O estômago, nos humanos, é um orgão digestivo em forma de bolsa, situado entre o esôfago e o duodeno. Encontra-se situado por debaixo do diafragma, no lado esquerdo do abdómen. Apresenta duas comunicações: uma superior chamada cárdia, que o comunica ao esôfago e outra inferior, chamada piloro, que o comunica ao intestino delgado. O estômago tem duas classificações, uma cirúrgica e uma anatômica, em sua classificação cirúrgica ele é subdividido em cárdia, fundo, corpo, antro, piloro, curvatura menor, curvatura maior, face anterior e face posterior. O estômago em sua classificação anatômica é dividido em uma porção vertical chamada trituradora, e uma porção horizontal chamada evacuadora.
É no interior do estômago que se encontram as glândulas gástricas que produzem o suco gástrico. No estômago, o suco gástrico é envolvido nos alimentos em digestão, através dos movimentos peristálticos, e o bolo alimentar é transformado em quimo. Inicia-se aí a digestão das proteínas, pois esse suco contém muitas enzimas, dentre essas está a pepsina, que é responsável pela digestão das proteínas.
O adjetivo gástrico refere-se ao estômago. Assim, a retirada cirúrgica do estômago ou parte dele chama-se gastrectomia. A colocação de tubos no estômago através do abdômen chama-se gastrostomia. A modificação do estômago chama-se gastroplastia.

Hérnia abdominal decorre de esforço extremo e é corrigida com cirurgia

Saliência no corpo também pode provocar dores na região.
Médicos falaram sobre fatores de risco, sinais, diagnóstico e operação.

Se você sempre carrega muito peso de forma errada, seja na bolsa ou nos aparelhos da academia, pode ser um candidato a desenvolver hérnia no futuro.

Isso porque o problema está associado a esforços incorretos em quem tem a parede muscular enfraquecida. Também pode aparecer após uma cirurgia, onde foi feito o corte.

Segundo os cirurgiões do aparelho digestivo, a hérnia pode aparecer no abdômen, no umbigo, na virilha e até no testículo. Ela ocorre quando a parte de um órgão como intestino ou o tecido gorduroso invade um local indevido, o que pode causar dor. No caso das hérnias umbilicais, a maior parte das que aparecem antes dos 6 meses de idade some sozinha até os 4 anos.

hernia

Na Amazônia, onde a equipe do Bem Estar acompanhou o trabalho dos Expedicionários da Saúde, um dos maiores problemas dos índios são as hérnias.

Como eles são trabalhadores braçais, precisam carregar muito peso, e os doentes acabam excluídos da comunidade, pois perdem sua função. Lá, foram feitas muitas operações desse tipo.

Se a região da hérnia inchar, mudar de uma hora para a outra ou houver dor intensa, procure imediatamente o pronto-socorro. Se o fluxo de sangue for interrompido, o médico primeiro tentará empurrar a hérnia para dentro e, caso necessário, fará a cirurgia. Quando o procedimento é bem feito, o problema dificilmente volta. Dependendo da técnica, a reincidência chega a apenas 1%. (Fonte: Globo.com)